7 coisas para saber antes de comprar backlinks

Comprar backlinks é uma forma interessante de realizar link building, porém essa estratégia deve ser realizada da forma correta para trazer bons resultados.

Link building é uma técnica de SEO fundamental para melhorar o posicionamento de páginas no Google, porque os links conseguem aumentar a autoridade e relevância das publicações. Por isso, muitas empresas estão investindo nessa estratégia. Contudo, ao começar a busca por bons backlinks, boa parte das empresas percebe que essa não é uma atividade fácil e rápida.

Então, uma alternativa utilizada por elas é a compra de backlinks. Se você já trabalhou com link building, com certeza já considerou essa opção ou até mesmo já chegou a comprar alguns links. Essa alternativa é realmente interessante para quem deseja melhorar o link building de seus conteúdos, mas ela deve ser feita da maneira correta para trazer bons resultados.

Pensando nisso, separei 7 coisas que você deve saber antes de começar a comprar backlinks para fazer essa ação da melhor forma. Confira!

1. A importância dos backlinks

Antes de comprar backlinks, você precisa saber qual é a importância deles para dar o valor e destaque que eles merecem em seu planejamento de SEO. Como muitos profissionais sabem, bons backlinks aumentam a autoridade e a relevância de uma página. Mas, por quê?

No momento de ranquear páginas, o Google avalia diversos itens, sendo um desses os backlinks. Esses são importantes para o buscador, pois ele entende que uma página é relevante para os usuários se outros sites relacionados indicam esse conteúdo para seu público.

Então, com uma boa quantidade de backlinks, o Google compreende que o material é relevante e o coloca nas primeiras posições. Contudo, vale lembrar que os sites que indicam seu conteúdo precisam ser de qualidade, pois assim o buscador vai reconhecer a autoridade deles e entender que o seu conteúdo também possui certa autoridade.

Caso os sites não possuam autoridade, o mecanismo de busca não vai dar um peso tão importante para a linkagem.

2. Quais tipos de backlinks buscar

Como foi dito, você precisa buscar backlinks de sites que tenham autoridade para que o Google entenda que a sua página também possui qualidade e é relevante para os usuários.

Porém, você deve se lembrar de que existem diversos tipos de links e alguns alcançam resultados melhores que outros.

Os links em conteúdos (in-content), que são aqueles em que um blog ou site de notícias faz uma linkagem para seu site ou um conteúdo específico de sua empresa, por exemplo, costumam ser essenciais em sua estratégia de link building.

Existem ainda outros tipos de links interessantes para sua estratégia, como os internal links (levam para conteúdos do seu próprio site) ou dofollow links (garante que todos os links adicionados no site – até em comentários – sejam válidos). Por isso, é essencial saber quais backlinks buscar antes de comprar qualquer um.

Leia também:
Link building para agências de marketing digital: como otimizar o trabalho

3. O conteúdo importa muito

Mesmo investindo na compra de backlinks, é preciso ter conteúdo de qualidade e relevante em seu site para que sites com autoridade que abordam o mesmo tema que sua empresa queiram utilizar links que levam aos seus materiais.

Se você fizer um conteúdo que não é relevante para o seu público e o de demais sites ou jornais do ramo, por exemplo, esses não vão querer fazer uma linkagem para a sua página. Afinal, o seu material não vai acrescentar nada para os leitores deles.

Além disso, ter um conteúdo de qualidade é importante para atrair visitantes de forma orgânica e mostrar ao Google que sua página é realmente importante para os usuários.

4. Não baseie sua compra somente no preço

Como existem diferentes tipos de links, os preços entre um modelo e outro variam. Ainda, os valores de backlinks podem mudar de acordo com a empresa contratada. Saber as diferenças entre os valores pedidos é essencial para não estourar o seu orçamento, porém você não deve definir sua compra de links pensando somente nesse item.

Do que adianta, por exemplo, comprar links por um preço baixo, mas que não são importantes para seu negócio? Então, além do preço, você deve analisar a qualidade dos links, confiabilidade e relevância deles para sua estratégia antes de comprá-los.

5. Não ganhe links de forma artificial

Links recebidos de forma artificial podem gerar penalizações do Google e prejudicar a posição de um conteúdo no buscador em vez de melhorá-la. Por isso, o ganho de links de forma artificial deve ser sempre evitado.

Os links construídos de forma artificial são aqueles recebidos de fontes duvidosas, como sites feitos somente para criar links para outros domínios, e que chegam em grande quantidade.

Os robôs do Google sabem que uma boa linkagem não é feita da noite para o dia, então eles reconhecem esses links artificiais. Como eles também consideram de onde vieram os links, eles verificam as fontes duvidosas e podem penalizar seu site.

Lembre-se de que os links devem ser feitos sempre de forma natural, ou seja, devem se relacionar com o material, serem adicionados em frases do texto (não em expressões forçadas) e serem de páginas relacionadas à sua.

6. Tome cuidado com os textos âncoras utilizados

Outro item que pode trazer punições para suas páginas é a utilização incorreta de textos âncoras. Esses são as palavras em que a linkagem para outra página é feita em um conteúdo.

Por exemplo, se você fizer uma linkagem para um texto sobre tendências de marketing digital em 2021, o indicado é inserir o link sobre essas palavras no conteúdo e elas serão o texto âncora do link.

Assim, a linkagem será feita de forma natural e você dará um contexto para o buscador sobre o link inserido. Os casos de punição devido ao mal usado de textos âncoras geralmente acontecem quando os links são inseridos muitas vezes somente nas palavras-chave.

No exemplo acima, se marketing digital fosse sua palavra-chave e você exagerasse nas linkagens para essa expressão, o Google poderia punir seu conteúdo. Por isso, o recomendado é sempre fazer linkagens naturais e com expressões diferentes.

Caso não queira repetir as palavras-chave, você pode inserir o link em expressões como “clique aqui” ou “saiba mais” de forma equilibrada.

7. Só compre backlinks de empresas confiáveis

Como você deve ter percebido, para ter bons resultados, seus backlinks devem ser de qualidade e estar de acordo com seu conteúdo e sua empresa. Por isso, compre links somente de empresas confiáveis e que tenham experiência no ramo.

Para saber se uma empresa é confiável, converse com os profissionais, verifique a reputação dela na internet e a experiência dos colaboradores. Assim, você terá certeza de que está fazendo um bom negócio e conseguirá melhorar a posição de seu site no Google.

Se você quiser saber mais sobre como comprar backlinks e como é a realização desse trabalho, entre em contato conosco para que possamos tirar suas dúvidas!

Sobre o Autor

Juliano Franco Duarte
Juliano Franco Duarte

Juliano é fundador da Santa Agência, empresa focada em negócios digitais para empresas. Também é fundador do Meu Redator, startup que conta com aproximadamente 20.000 redatores, incluindo professores especialistas, mestres e doutores, criando conteúdo de qualidade para empresas.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *