Investir em conteúdo é colocar dinheiro fora? Veja 3 provas de que essa ideia está errada

O marketing digital vem se consolidando desde o início do século XXI, mostrando que a ideia expressa no título do best-seller do especialista em conteúdo, Rafael Rez, era, na verdade, uma “profecia”: “Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI” . Eis o título profético!

Há alguns anos, muitos veriam afirmações como essas de uma forma bastante cautelosa, e não investiriam em marketing de conteúdo como hoje. Alguns até defendiam que a propaganda tal qual conhecida por muitos através da TV, do rádio e da mídia impressa, nunca deixaria de existir.

No entanto, é só parar para observar as plataformas virtuais de grandes empresas para perceber que essas opiniões não poderiam estar mais longe da realidade.

Neste post, vou apresentar 3 provas de que investir em conteúdo, de forma alguma, significa jogar dinheiro fora. Veja agora porque a declaração do Rafael Rez, embutida no título do seu livro, foi a  anunciação de um tempo que já chegou!

Analise a lista que preparamos para lhe provar que investir em conteúdo é a “bola da vez”.

 

O blog da Coca-Cola

Você já visitou o blog oficial da Coca-Cola, uma das empresas mais famosas e renomadas do planeta? Talvez, você pense, uma empresa que fornece ao público um produto que já faz parte de sua rotina, não precisaria alimentar seu público com informações. Certo?

Erradíssimo! Experimente visitar agora mesmo o blog oficial da Coca-Cola e observe a quantidade de postagens educando, orientando e criando um vínculo fortemente engajado com o público.

Você vai ver que mesmo empresas altamente renomadas, como a Coca-Cola, valorizam um blog constantemente atualizado com informações relevantes. Essa informação já é suficiente para mostrar que a ideia de que investir em conteúdo é jogar dinheiro não faz nenhum sentido, não é mesmo? Mas quero te apresentar mais duas, e só depois, quero que você responda:

“Investir em conteúdo é colocar dinheiro fora?”

 

E a Amazon? É blogueira? 

Uma das plataformas mais invejadas do mundo pode responder à pergunta título do nosso post com uma gigantesca propriedade e com um sonoro não! Se perguntada diretamente, com certeza responderia que investir em conteúdo vale, e muito, a pena!

Observe no blog oficial da Amazon, no Brasil, quantas informações precisas foram disponibilizadas nos últimos meses. Algumas delas incluem os seguintes tópicos:

Porque executivos de TI de hoje em dia precisam gerenciar mudanças?
Como agilizar seu negócio com serviços realizados na nuvem?
Que passos precisam fazer parte dos processos de segurança de seu negócio?
E o mercado bitcoin, como anda?

Percebeu? Com assuntos mais pontuais, o blog fornece informações que ninguém mais pode oferecer com maior autoridade.

Que tal espiar mais de perto o blog da Amazon  e depois responder de novo a pergunta:

Investir em conteúdo é colocar dinheiro fora?

 

Infoprodutos precisam convencer antes de vender

Grandes plataformas que favorecem e estruturam a venda de infoprodutos no Brasil, como a Hotmart, por exemplo, trabalha arduamente para promover produtos de pessoas que querem compartilhar conhecimentos.

O conhecimento virou o ouro de nossa era digital. Os mestres do saber não estão mais apenas em frente ao quadro escolar transmitindo o que sabem. Hoje em dia, milhões de infoprodutores sentem um forte desejo de viver ensinando o que mais os inspira. Você é um deles?

Talvez. Mas o ponto-chave é: todo infoprodutor precisa de conteúdo para convencer antes de vender. Posts, vídeos, infográficos, podcasts, pautas, briefings – todos eles precisam de conteúdo. E só vendem bem quando o conteúdo é matador.

Agora que tem todas essas informações, você se arrisca ainda a responder com uma positiva a pergunta:

“Investir em conteúdo é colocar dinheiro fora?”

Não posso, e nem quero, moldar a sua mente. Você deve se sentir livre para acreditar no que achar mais bem sucedido em termos de marketing.

Mas o fato é que se a Coca-Cola, a Amazon e bem sucedidos infoprodutores conseguem ter bons resultados investindo em conteúdo, será que bater na tecla de que isso é desperdício de dinheiro faz bem para a saúde do seu negócio?

A maneira como você responde essa pergunta é determinante na sua estratégia de marketing. Nossa sugestão é: avalie muito bem antes de (trans)formar sua opinião, e se, com esse post, conseguimos convencê-lo de que “não, investir em Marketing de conteúdo NÃO é colocar dinheiro fora”, então, seja bem-vindo ao Mundo Fantástico do Marketing Digital!

Já conhece o Meu Redator? Acesse e solicite seu orçamento.

Juliano é fundador da Santa Agência, empresa focada em negócios digitais para empresas. Também é fundador do Meu Redator, startup que conta com aproximadamente 4.000 redatores, incluindo professores especialistas, mestres e doutores, criando conteúdo de qualidade para empresas.

Deixe seu comentário:

Seu endereço de e-mail não será divulgado.

Site Footer